Categorias
Relacionamento

Ter um amante: você deve considerar um amante mais feliz?

Tomar um amante é uma prática comum. Sem correlação com todo julgamento moral, essa tendência à infidelidade é favorecida por aplicativos da web dedicados e costumes liberais, uma boa solução para salvar seu casal? Por que aceitar um amante é tão tentador? Sexo e sentimentos, podemos realmente fazer a diferença?

Por que ter um amante é tão tentador?

Pegue um amante para realizar suas fantasias sexuais

As primeiras emoções do relacionamento romântico que caem, o companheiro que se torna pai, o casal que se conhece de cor … tantos fatores que mudam a natureza da relação sexual, que às vezes se torna menos emocionante, quase chata. A isto se somam os desejos inconstantes das mulheres, cujas fantasias evoluem com o tempo. Nesse contexto, levar um amante pode ser muito tentador: para satisfazer seu apetite sexual, mas também para realizar fantasias, o amante representa essa novidade emocionante, esse estranho com quem as mulheres podem se entregar a uma sexualidade liberada, sem limites .

Um amante para se sentir desejado

Com o tempo passando a paixão, o casal entra em uma rotina e o desejo sexual pode sofrer com ela. No entanto, as mulheres precisam – pelo menos querem – se sentir desejadas. Com um amante, todo o período preliminar de sedução começa novamente: a mulher tem prazer em prestar atenção nela novamente para agradar a seu amante e se deleita em ser cortejada por um novo homem. O desejo sexual dos amantes está no auge: não é prejudicado pela vida cotidiana, melhor ainda, é impulsionado pela noção de proibição que enquadra o adultério. Autoconfiança, feminilidade, o amante exacerba tudo o que faz uma mulher se sentir, e não apenas uma mãe ou um parceiro.

Tenha um amante pela emoção

Além da sedução e do sexo, o amante dá à mulher uma emoção que apimenta seu cotidiano. A reunião é proibida, deve permanecer secreta: psicologicamente, esse contexto aumenta a emoção. Ao se apaixonar, a mulher começa um jogo perigoso, no qual ela é a atriz principal: o suficiente para melhorá-lo e causar sensações fortes.

Leia também: Xtragel.

Faça um amante: que resultado para esses encontros adúlteros?

Existem tantos padrões adúlteros quanto existem amantes. Alguns estão contentes com apenas uma violação do contrato: uma noite que escorrega, um derrame sanguíneo, um raio incontrolável e a mulher entra em ação. Uma vez, apenas para ver, para verificar. Outros multiplicam os homens, mantendo com cada amante um relacionamento efêmero ou seguido. Esses seguidores de reuniões secretas cultivam o proibido como ingrediente para preservar o equilíbrio do casal e da família.

Relacionamento regular ou encontro furtivo, ter um amante deixa uma mulher mais feliz? Na época, a maioria das mulheres encontra a excitação e o prazer sexuais que procurava, o suficiente para satisfazer seus desejos e vontades. Depois que a emoção passa e o amante se afasta, quando a mulher retorna ao seu cotidiano, ela deve enfrentar sentimentos divergentes, de acordo com seu perfil e seus traços de caráter. A mulher pode se sentir culpada a ponto de se arrepender. Outros, pelo contrário, refazem os momentos passados ​​com o amante e obtêm dele prazer. Alguns têm em mente apenas encontrar seu amante para sentir o prazer em seus braços novamente. Se tomar um amante faz a mulher feliz na época, seu estado de felicidade nem sempre dura,

Ter um amante: a infidelidade pode salvar o casal?

Entre as mulheres que amam, algumas argumentam que seu relacionamento adúltero as faz felizes e as cumpre a ponto de preservar seu relacionamento. Em outros esquemas, o adultério rompe o casal: ou porque o homem está ciente do relacionamento e não consegue aceitar o que sente como traição, ou porque a mulher mistura sexo e sentimentos, o amante se tornando o objeto de seu amor.

De qualquer forma, antes de se apaixonar, a mulher pode se perguntar se é feliz em seu relacionamento. Se sim, por que não pedir à companheira que lhe traga o que ela encontraria em um amante? Se não estiver feliz, a comunicação pode ajudar a remediá-la: ao falar, o casal descobre o que não está funcionando e pode implementar os meios necessários para recuperar a felicidade conjugal sem passar por um amante. Às vezes, o casal está condenado e não há outro resultado feliz a não ser se separar. Nesse caso, alguns preferem ficar em casal para não quebrar a família, e o amante representa uma agradável porta de saída.

Leia também:  Exibicionistas: que prazer no exibicionismo?